<$BlogRSDUrl$>

7.4.04

(A)braços


David Begbie

O comprimento, embora variável, dos nossos braços, a meu ver, nunca pretendeu competir com qualquer degrau para atingir pontos mais altos e, muito menos, com os passos quando pretendemos chegar um pouco mais além.

O comprimento dos nossos braços tem somente a medida exacta do nosso abraço.
Braços para quê? Se cada vez mais nos abraçamos menos.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?